Um "iluminado" nunca se apaga como as estrelas... continua sempre a brilhar, deixa "pó cósmico" atrás de si durante muito tempo.. e ainda bem! Mais uma excelente referência. Beijinhos
23 de Março de 2007 às 22:45