Pronto! Abro esta porta e maravilho-me... espantoso.o ramos Rosa de quem tanto gosto! Na verdade, a liberdade faz-nos o coração voar e o amor prende-o, que dilema....mas como os pombos correio, eles regressam sempre, é deixar voar..
Obrigada Carlos pela tua escolha!
Beijinho
4 de Outubro de 2007 às 01:37