Não deixam de ter razão.
Um abraço e bom fim-de-semana.
2 de Novembro de 2007 às 17:16